Condenado na Operação Lava Jato, o ex-secretário de Saúde do Rio, Sérgio Cortês, foi entrevistado pelo Canal VEJA. Faz um comovido relato de sua experiência na administração estadual: admite que praticou corrupção no governo Sérgio Cabral, relata os percalços após sua condenação e avalia como será o financiamento de campanha em 2018. Alerta que o financiamento da classe política via caixa 2 estará inibido, mas alerta sobre os grupos que terão dinheiro vivo para financiar a campanha eleitoral: igreja e milícia. Assista a entrevista concedida ao canal VEJA. Custa esta página e siga este canal.

Comentários

comentários