Garoto de 13 anos se feriu quando ajudava os primos a construir uma casa sobre a árvore; Saiba mais:

Sputnik News – Neurocirurgiões dos EUA retiraram do crânio de uma criança um prego de 15 cm. Os médicos asseguram que caso o prego tivesse entrado mais um milímetro na cabeça do menino, o paciente teria morrido. O canal CNN informou que um aluno dos EUA sobreviveu ao impossível após um prego de 15 cm ter entrado em sua cabeça, atingindo o cérebro.

Darius Foreman, de 13 anos de idade, estava ajudando seus primos a construir uma casa na árvore, quando por acaso a criança caiu no chão. Em seguida, caiu um pedaço de madeira de 1,5 metro com um prego de 15 cm.

Quando o garoto se levantou, percebeu que o prego tinha entrado em sua cabeça. A tia do menino viu alguns segundos após o incidente, mas não percebeu quão grave era a situação, já que o prego não só danificou o crânio, mas também entrou na região dos seios venosos durais do cérebro, que dirige o sangue do cérebro ao coração. Se o prego tivesse atingido a veia, a criança teria morrido devido ao sangramento interno, explicaram os médicos.

​Antes de retirar o prego, era necessário se livrar do pedaço de madeira. A peça era tão grande que o garoto não pôde ser transportado na ambulância. Ao serrar uma parte da tábua de madeira, os médicos deixaram um pedaço de aproximadamente 60 cm.

Ao ser observado no hospital local, Darius foi enviado ao hospital de Johns Hopkins em Baltimore. Os médicos até precisaram alugar um helicóptero policial por ser maior do que havia disponível.

Enfim, sete horas após o trauma, os médicos conseguiram retirar os restos do prego junto com pedacinhos do crânio e coágulos de sangue. De acordo com os médicos, foi preciso furar o crânio em torno do prego para evitar sangramento intenso.

No lugar do fragmento retirado do crânio, os médicos implantaram uma placa de titânio, os restos do prego foram entregues a Darius como lembrança de seu encontro fracassado com a morte.

 

Comentários

comentários