Com planos de vender US$ 21 bilhões em ativos, estatal do petróleo contabiliza o maior faturamento desde 2011; Leia mais:

A Petrobras contabilizou um lucro liquido de R$ 6,64 bilhões no primeiro trimestre deste ano. O valor é 25 vezes maior do que o o lucro registro pela estatal no mesmo período do ano passado, que foi de R$ 266 milhões.

O lucro líquido nos primeiros 9 meses do ano é o maior desde 2011. Segundo o site da empresa, o acumulado é de R$ 23,7 bilhões, quase 5 vezes maior do que o lucro registrado no mesmo período do ano passado.

Em relação ao valor contabilizado no terceiro trimestre deste ano, esse aumento se deve em partes a uma escalada no preço das commodities e também a uma maior demanda do diesel.

Outras variantes que contribuíram para o desempenho financeiro da Petrobras nos últimos nove meses:

O desempenho também foi favorecido pelo aumento nas exportações e vendas de derivados no Brasil, impulsionadas pelo aumento do barril do petróleo tripo Brent no mercado internacional, além depreciação do real frente ao dólar.

A receita da Petrobras também subiu 37%, de R$ 71,82 bilhões no ano passado para R$ 98,26 bilhões este ano. A estatal aumento o volume de investimento, que subiu 49% na comparação com o mesmo período do ano passado. O valor chegou a R$ 13,8 bilhões no terceiro trimestre de 2018. Até o final do ano, a Petrobras pretende vender ainda US$ 21 bilhões em bens da empresa.

Nos primeiros nove meses de 2018, a Petrobras pagou R$ 116,2 bilhões em tributos municipais, estaduais e federais, além das participações governamentais, e mais R$ 10,6 bilhões em participações nos lucros, totalizando R$ 126,8 bilhões.

*Sputnik Brasil

 

Comentários

comentários