Complexo industrial inaugurado no Ártico produzirá 115 bilhões de metros cúbicos de gás por ano, aumentando oferta para o mercado interno e Europa; Leia mais:

Depois de 10 anos trabalhando sob duras condições no Ártico (no norte da Rússia), uma região conhecida pelo inverno rigoroso, a empresa petrolífera Gazprom inaugurou a última etapa da unidade produtora de gás de Bovanenkovo.

De acordo com canal RT, o empreendimento permitirá que a produção da empresa seja elevada para 115 bilhões de metros cúbicos por ano, o que representa metade do que fornece para o mercado interno e quase metade de suas exportações.

Fonte: Youtube

“A escala é impressionante”, comemorou o presidente da Rússia Vladimir Putin, ao participar da cerimônia de lançamento, por meio de uma teleconferência na quarta-feira (5), juntamente com o CEO da Gazprom, Alexey Miller.

A infraestrutura iniciada em 2008 sobre as instalações do Ártico impressiona, porque foi construída diante de condições climáticas adversas, com períodos de tempestades de gelo. O investimento incluiu toda logística necessária para distribuição, incluindo canalização, aeroporto e ferrovia.

AS DUAS PRIMEIRAS UNIDADES DO COMPLEXO COMEÇARAM A OPERAR EM 2012 E 2014.

A unidade e as reservas estimadas em 4,9 trilhões de metros cúbicos permitirão que complexo industrial produza gás, uma importante matriz energética para toda a Europa, pelos próximos 100 anos.

De acordo com a Gazprom,  a rede canalizada está conectada ao gasoduto Ukhta-Torzhok 2, sistema projetado para bombear o gás da Nord Stream 2 para a Alemanha, chegando até a rota principal do Sistema Único de Abastecimento de Gás (UGSS) da Rússia.

SÃO 970 QUILÔMETROS DE GASODUTO, COM CAPACIDADE DE CANALIZAR 45 BILHÕES DE METROS CÚBICOS POR ANO.  

Para a Gazprom, a Bovanenkovo ​​é considerada “a espinha dorsal do centro de produção de gás Yamal e o maior campo na área em termos de reservas de gás exploradas”.

No ano passado, a produção nas duas unidades em operação totalizou 82,8 bilhões de metros cúbicos.

*Agência VIU!

 

Comentários

comentários