Parlamentar do partido Democrata diz que autorização de intervenção militar dos EUA só cabe ao Congresso; Leia mais:

O deputado venezuelano Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente do país, levou uma reprimenda do congressista norte-americano Ro Kanna.  

O puxão de orelha do parlamentar do partido Democráta se deu porque recentemente, Guaidó anunciou que não descartava autorizar uma intervenção das forças militares norte-americanas no país para destituir o presidente reeleito Nicolás Maduro.

Em sua conta no Twitter, o parlamentar norte-americano advertiu Guaidó que esse tipo de decisão não cabe a ele, tão pouco será decisão pessoal do presidente Donald Trump, dos neoconservadores do departamento de defesa ou de lobistas da indústria de armas .

“Senhor Guaidó, você pode se proclamar o líder da Venezuela, mas você não pode autorizar intervenções militares americanas. Apenas o Congresso dos EUA pode fazê-lo. Nós não vamos fazer isso”, escreveu Khanna na sua conta no Twitter.

As afirmação de Guaidó sobre a possibilidade de intervenção foram divulgadas pela Agência de notícias AFP.

A crise política venezuelana se agravou em 23 de janeiro, depois que Juan Guaidó se declarou presidente interino do país durante protestos antigovernamentais realizados nas ruas de Caracas. Ele tem apoio do presidente Donald Trump e de outros países alinhados ao governo norte-americano, como o Brasil.

O presidente venezuelano Nicolás Maduro acusa dos EUA de tentar um golpe para se apossar do petróleo e do outro do país. Maduro tem apoio da Rússia, China, México e Turquia estão entre as diversas nações.

 

Comentários

comentários