Economista e professor da Uenf diz que situação no município é drástica; folha de pagamento consome mais de 60% do orçamento;

Por Alcimar Chagas

Os números da execução orçamentária em Campos dos Goytacazes, no primeiro semestre deste ano, não são nada animadores. Conforme dados do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE), o município contabilizou um déficit de 3,22% das receitas orçamentárias realizadas no semestre.

Leia também: Campos chegando a R$ 1 bilhão 

As despesas com pessoal e encargos representaram 61% das receitas correntes realizadas, percentual superior a determinação da lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), enquanto o restante do custeio chegou a 42% das receitas correntes.

Veja infográfico: 

Fonte:Economia do Norte Fluminense

INVESTIMENTO PÍFIO

Um outro dado importante é que dado o avanço relativo das despesas correntes, o município perdeu totalmente a capacidade de investimento. O valor alocado em investimento somou somente R$ 575,2 mil no semestre, o que equivale a 0,07% das receitas correntes realizadas no mesmo período.

Situação drástica!

*Agência VIU!

 

Comentários

comentários