Empresas de aviação pediram reunião com o Governo brasileiro para apresentar termos negociados para fusão;

Foto: REUTERS / Nacho Doce

Sputnik Brasil – A brasileira Embraer e a estadunidense Boeing estão próximas de um acordo de compra e já pediram uma reunião com o Governo brasileiro para apresentar os termos negociados. As informações são do jornal Valor Econômico.

Em contato desde o final de 2017, a Boeing tentou no início comprar a Embraer. Contudo, este modelo de negócio emperrou porque a Embraer participa de projetos de defesa do Brasil, como um futuro submarino nuclear.

Ex-companhia estatal, o Governo Federal não tem mais o controle da Embraer, mas detêm a chamada “golden share”, que lhe dá o direito de vetar mudanças de controle acionário.

O modelo que está sendo estudado no momento é a criação de uma terceira empresa com participação majoritária da Boeing e minoritária da Embraer. Ainda neste possível futuro modelo, a área de defesa ficaria sob o controle completo da Embraer.

Ainda assim, a transação pode ser sensível já que o setor de defesa tem grande dependência do caixa gerado pela aviação comercial da Embraer.

A expectativa é que memorandos de entendimento sejam apresentados para o Governo Federal em duas semanas.

 

Comentários

comentários