ÁUDIO | Governo Temer antecipa medida que eleva teto de financiamento de imóveis com recursos do FGTS; Leia e saiba como funciona:

Fonte: VIU! Broadcast 

Entrou em vigor nesta terça-feira (30), a medida que permite o financiamento de imóveis de até R$ 1,5 milhão com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A medida estava prevista para entrar em vigor em janeiro, mas foi antecipada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) a pedido dos bancos que não precisarão atualizar os sistemas para se adaptar à elevação do limite.

Até ontem (29), o valor máximo para financiamento de imóveis pelo Sistema Financeiro de Habitação era de R$ 950 mil no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e no Distrito Federal. No resto do país, o limite era de R$ 800 mil.

Concedido com recursos do FGTS e da poupança, os financiamentos neste modelo cobram juros de até 12% ao ano.

O limite de R$ 1,5 milhão chegou a ser estabelecido no ano passado, mas, em janeiro de 2018, o limite havia voltado aos valores anteriores. O Conselho Monetário Nacional informou que agora o novo limite é permanente.

*ABr

 

Comentários

comentários