Veja o relatório Multi Cidades da Frente Nacional de Prefeitos, conheça  o novo município rico e o tamanho da crise iniciada em 2014;

O relatório Multi Cidades 2019 elaborado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) mostra que a cidade de Presidente Kennedy, no Sul do Espírito Santo, é a nova afortunada do país.

Com pouco mais de 11,5 mil habitantes, o município contabilizou a maior receita per capita entre todos os municípios brasileiros em 2017, com R$ 350.180 milhões. Kennedy é banhada em petróleo e já tem licença para construção de um Porto.  

O relatório também mostra o tamanho do estrago que a crise econômica iniciada em 2014 provocou nas finanças de algumas cidades da zona produtora de petróleo da Bacia de Campos.

CLIQUE AQUI E BAIXE O RELATÓRIO NA ÍNTEGRA 

A cidade de Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, que no ano de 2013 chegou a arrecadar R$ 3,088 bilhões, entrou em trajetória de queda, arrecadando em 2017 pouco mais de R$ 1,5 bilhão.

Foi uma derrocada vertiginosa sob o ponto de vista da arrecadação. O economista e colunista do Portal VIU!, Ranulfo Vidigal, costuma ilustrar esta dinâmica como “um elevador que cai do 15º andar e depois de chegar ao térreo não tem força para subir”.

Foi um dos piores anos da crise financeira, agravada no Estado do Rio pela política de desinvestimento da Petrobras, e queda na produção de petróleo nos campos maduros. Nas últimas décadas, o petrorrentismo é a força motriz do Estado Fluminense e quando as plataformas param, a economia padece.

De acordo com o relatório, no fatídico 2017, que também foi primeiro ano da gestão do governo do atual prefeito Rafael Diniz, a cidade de Campos registrou o índice mais baixo de investimento em infraestrutura no país, com uma retração de 97%.

 

Comentários

comentários