Continente tem a maior taxa de homicídios do mundo, 400 por dia, e quase metade deles no Brasil; Ambiente fortalece justiceiros; Leia mais:

*The Wall Street Journal

Linchar é o segredo obscuro da América Latina. A região tem a maior taxa de homicídios do mundo e a maior taxa de impunidade. Alguns países, incluindo o Brasil, resolvem apenas 1 em cada 10 assassinatos. Com pouca fé na polícia ou nos tribunais para levar os criminosos à justiça, as turbas rotineiramente matam suspeitos de violações da lei em ataques espontâneos.

No Brasil, as turbas agora matam – ou tentam matar – mais de um suspeito de infringir a lei por dia, segundo o sociólogo José de Souza Martins, da Universidade de São Paulo, o principal especialista brasileiro em linchamentos. “Esse número é o mais alto do mundo e mais do que em qualquer outro momento da história do Brasil”, disse ele.

Embora a América Latina seja conhecida por seus cartéis de drogas endurecidos e gangues de rua, as turbas de linchamento da região são compostas de cidadãos comuns, que de outra forma cumprem a lei, de estudantes de escolas a senhoras idosas. Eles matam com a mesma crueldade, às vezes mutilando órgãos sexuais das vítimas em casos de suspeita de estupro, ou queimando-os vivos em plena luz do dia.

CLIQUE AQUI E LEIA REPORTAGEM COMPLETA 


 

Comentários

comentários