Especialistas alertam que micro-organismo com efeitos semelhantes ao ebola pode matar metade das pessoas infectadas; Leia mais:

Um novo vírus, denominado Mengla e que foi descoberto em uma espécie de morcegos na China, poderá ser letal para a população. Ele possui efeitos com características semelhantes às dos vírus ebola e Marburg.

A descoberta feita por um grupo de cientistas da Escola de Medicina Duke-NUS e da Academia de Ciências da China, foi publicada pela revista Nature na segunda-feira (7).

Os cientistas acreditam que estes microrganismos têm um alto potencial de se propagar entre diferentes espécies, podendo aumentar o risco de futuros surtos de doenças letais nos seres humanos, que resultariam na morte de metade das pessoas infectadas, embora até agora o vírus tenha sido encontrado apenas em morcegos Rousettus.

“Estudar a diversidade genética e a distribuição geográfica dos filovírus transmitidos por morcegos é muito importante, uma vez que este tipo de doença infecciosa pode afetar o público em geral sem aviso prévio, com consequências devastadoras”, afirmou Wang Lin-Fa, um dos autores principais do portal Sciense Daily. 

Devido ao alto risco de mortalidade, pois o vírus pode ocasionar a falência dos órgãos em questão de horas, os pesquisadores enfatizam a necessidade de desenvolver estratégias de controle e prevenção com tratamentos eficazes.

Segundo a investigação, as vias de contágio também são através de fluidos corporais.

*Sputnik News

 

Comentários

comentários