Em São João da Barra, a prefeita Carla Machado acaba de aditivar um contrato generoso para publicação de atos oficiais;

Em tempos de digitalização e morte da era de Gutemberg, a Prefeitura de São João da Barra, no Norte Fluminense, acaba de consumar um contrato de R$ 768 mil anual com o jornal Folha da Manhã para publicação de atos oficiais. É um maná para uma mídia que enfrenta uma escassez mortal de publicidade da iniciativa privada. Confira:

Fonte: SJB

A dádiva é fruto de uma canetada da Prefeita Carla Machado (foto), que pegou um atalho para driblar o processo licitatório. Ela aditivou o pregão 045/2013. O dinheiro, segundo o ato oficial, vai cair na conta da contemplada por meio de parcelas mensais no valor de R$ 64 mil redondos. Em algumas cidades, esses contratos costumam vir atrelados a uma “linha editorial amiga”. Quando o pagamento atrasa, o pau canta na casa de Noca. Mas não deverá ser o caso nas terras da poetisa Narcisa Amália, onde quase tudo são flores e os órgãos de controle externo andam muito ocupados.

Enquanto isso…

Na cidade vizinha de Campos dos Goytacazes, o jornal está rosnando contra o governo do prefeito Rafael Diniz.

*Agência VIU!


 

Comentários

comentários