Bom aliado para formação de massa muscular, os carboidratos consumidos de forma inadequada também podem ser maléficos;

As opiniões sobre carboidratos tem variado amplamente. Algumas dietas promovem o carboidratos como saudáveis, enquanto outras evitam ao máximo. Mas afinal os carboidratos são bons ou ruins? A resposta é ambos!

Os carboidratos conhecidos como bons, são os complexos. Sua estrutura química e fibras exigem que o nosso corpo trabalhe mais para digeri-los, e a energia é liberada por um período mais longo. Em sua maior parte, bons carboidratos são encontrados em sua forma “natural” ou muito perto disso. São ricos fibras e nutrientes, possuem baixo índice glicêmico, promovem mais saciedade com menos calorias e estimulam naturalmente o metabolismo.

Carboidratos simples são moléculas menores de açúcar que são digeridas rapidamente em nosso organismo. A energia é armazenada em forma de glicogênio em nossas células e se não utilizada imediatamente, se converte em gordura. Em geral, são alimentos processados e refinados em que as fibras e nutrientes naturais foram removidos para torna-los mais “amigáveis ao consumidor”.

Sem ingerir a quantia necessária de carboidratos diariamente, não será possível construir o máximo de massa muscular possível. É como se uma parte do tempo que você gasta fazendo dieta e treinando fosse desperdiçada.

Por outro lado, ao ingerirmos carboidratos demais, podemos acumular gordura desnecessariamente. Mais tarde teremos que perder essa gordura extra prolongando o período de definição, o que pode fazer com que mais massa muscular seja perdida durante o processo.

Com isto mente, saber quanto carboidrato precisamos ingerir pode nos salvar semanas e até meses de trabalho duro, diminuindo o tempo que vai demorar para chegarmos ao objetivo desejado.


 

Comentários

comentários