Saiba como usar adequadamente esta substância, mas sua ingestão pode representar um sério risco à saúde;

Mais uma vez alertou para o uso indiscriminado e excessivo de chás. “A bola da vez” é o confrei (Symphytum officinale L.). Considerado milagroso, ele apresenta sim efeito cicatrizante, sendo interessante para auxiliar na cicatrização de feridas em diabéticos, idosos e desnutridos. O uso, no entanto, deve ser restrito à pele, na forma de emplastros e compressas.

O chá de confrei tem sido usado para úlceras gástricas e dores gerais de estômago, por indicação popular. Um grande perigo. O confrei só pode ter uso externo, uma vez que a sua ingestão traz sérios riscos ao fígado. Isso mesmo, o chá de confrei é altamente hepatotóxico e pode desencadear lesões irreversíveis no tecido hepático, similares às observadas em etilistas crônicos graves (alcoólatras inveterados).

Por mais que a intenção seja das melhores, cuidado ao seguir a “receita infalível” daquela vizinha ou do mateiro.  Pesquisem no Google e verão o sortilégio de sites de “especialistas” sugerindo o uso milagroso da planta de todas as formas possíveis.


 

Comentários

comentários